sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Acabei de me formar

Em primeiro lugar, agradeço ao primeiro professor do primeiro dia de aula, por me ensinar que, com a devida força de vontade e desempenho, um analfabeto funcional pode sim se transformar em professor universitário, e da matéria Redação e Produção de Texto. Depois gostaria de agradecer à minha professora de diagramação, que não sabia usar um Mac. À professora de Assessoria de Imprensa, por mostrar as inimagináveis e incontáveis maneiras de ensinar uma coisa tão simples da maneira mais complicada e equivocada.

À minha professora de TV, que me mostrou muitas possibilidades de assassínio da língua portuguesa, me exemplificou o que era confusão mental e me ensinou o que é imaginação com as notas que simplesmente inventava. À minha professora de Economia, por me ensinar que, como eu imaginava, compaixão não é uma característica inerente ao economista. Ao outro professor da mesma matéria, que transformava toda e qualquer aula sua em uma incrível palestra sobre o PT.

Agradeço também ao professor L.A. por sua absoluta falta de paciência e prepotência resultantes, deduzo, de uma infância reprimida. Ao professor de Fotojornalismo, por ter me ensinado com maestria que existe picaretagem em todos os lugares, inclusive na fotografia. E, finalmente, ao professor de Redação, um dos piores seres humanos que já passou na minha frente, com um ego incrivelmente cheio de sucessos imaginários e competências facilmente desmascaradas em um diálogo que durasse mais de 10 minutos.

Aos egoístas colegas que acham que estagiar numa emissora de TV sensacionalista é algo nobre. Aos que, no último período da faculdade, não sabiam diferenciar “furto” de “roubo”, escreviam “hilário” sem a letra H e ainda não sabem que o correto é “nada a ver” e não “nada haver”. A todas as mulheres que escolheram ser bonitas a competentes, e a todos os meninos por provarem que o machismo e a homofobia sobreviveram de maneira esplendorosa à virada do século. Todos iluminaram o meu caminho e provaram que, embora a quantidade de alunos seja grande, o nível intelectual da concorrência é bem baixo.

Obrigado a todos!

UPDATE: Ficou ofendido com o texto, foi? Leia esse aqui agora.

13 comentários:

Fernanda Moreira disse...

Me identifiquei com a maior parte das suas opiniões.

Parabéns pela formatura!

Silvia Emanuela disse...

Também me identifeiquei com suas opiniões...

Acabei de me formar também...

Parabéns!

Eu sempre leio seu blog mas nunca digo nada, gosto muito dos seus textos.

Isabela, disse...

Clap clap clap clap clap!!!
AMEI a parte do "nada haver"! Hahahahaha...
E na verdade né, já disse que odeio essa coisa de você formar porque você vai se mudar da escada, mas parabéns mesmo assim!

eric disse...

parabéns!
e é uma pena que um curso tão importante como o de jornalismo esteja assim, decadente.

Bruno Taurinho disse...

e viva a nossa faculdade!

Rafael disse...

"embora a quantidade de alunos seja grande, o nível intelectual da concorrência é bem baixo."

exatamente.

raphaelvega disse...

e o vicente, além de tudo, ainda é meio 'velho tarado', hahaha

agora falando sério. parabéns!

LRNJ MNSN disse...

Meu sonho é mandar o linque desse texto pra todos os citados e esperar reações. ahuehaue

Seria lindo, vamos combinar?

Mais uma vez, parabéns.

Dayane · disse...

HAHAHA fazia tempo que eu não vinha aqui e ri MUITO com sua dedicatória. Olha, eu cursava Jornalismo e concordo com absolutamente tudo que você falou, com ênfase nos analfabetos funcionais que dão aula de Redação e Produção, nos professores de diagramação que não sabem usar Mac e ao baixo nível.

Já gostava de você antes mas, agora, por ter CONSEGUIDO se formar em Jornalismo (quem faz sabe como é), gosto mais ainda :)

Anônimo disse...

Bem, não fosse um foca levaria suas palavras em consideração. Até que prove o contrário, você ainda é um EX-ALUNO, e não um jornalista de fato.

Anônimo disse...

Aliás, permanecer na mesma Instituição (tão criticada) durante quatro anos só demonstra duas coisas: falta de atitude e estagnação mental.

Gabriel Cadete disse...

HAHAHAHA

o comentário anterior é de um professor e eu sei MUITO BEM de qual é ;)

Lia Drumond disse...

Ei, vc tb se formou na Unip? Adorei o texto! Aliás, to devorando o blog todo... Bjs