segunda-feira, 17 de setembro de 2007

A verdade de alguns filmes

Várias vezes a história de um filme precisa ser mudada durante as gravações ou mesmo antes do início das filmagens. Os motivos são vários. Mas o fato é que eu consegui – por fontes seguras – o argumento original de alguns dos mais famosos filmes.

Dogville – O roteiro desse filme passou por duas grandes mudanças: a primeira foi a sábia escolha de não fazer um filme sobre um vilarejo totalmente habitado por cães falantes. Com essa mudança, a Disney pulou fora do projeto, deixando a verba incrivelmente pequena, o que resultou na falta de cenários e de final conclusivo para a trama.

Lost In Translation – Por incrível que pareça, a idéia original de Sofia Copolla era a de mostrar o cotidiano de um tradutor de idiomas falido que, para sobreviver, dava aulas de reforço para crianças da 6ª série. Todo o processo de mudança do roteiro começou quando o pai dela que leu o script e disse “ta faltando uma mulher aqui”.

Dancer In The Dark – O famoso filme cult com a cantora islandesa Björk ia ser, na verdade, um longa-metragem infantil. Lars Von Trier deixou escapar numa entrevista recente que o roteiro consistia basicamente em um grande flashback, onde o personagem principal lembrava de seus tempos de criança, em que brincava de cabra-cega na vila onde morava.

Paris, Te Amo – Originalmente, seriam vários curta-metragens sobre a patricinha Paris Hilton. Mas dizem que um magnata (Donald Trump, aposto) bancou o valor que fosse para que a temática mudasse. “Ninguém agüenta mais ouvir falar nessa loira egocêntrica”, teria dito o empresário.

Para ouvir depois de ler: Homecoming - The Teenagers

6 comentários:

Woodstock disse...

q
risos noobs

Anônimo disse...

na realidade, a ausência de cenários em dogville está muito mais relacionada comos objetivos do Dogma95 http://pt.wikipedia.org/wiki/Dogma_95 do que com uma eventual falta de verbas. é claro que estas coisas podem ter ocorrido, simultaneamente.

oi, achei o teu blog aleatoriamente.

Eliza disse...

na realidade o filme ñ foi sobre a paris pq ela ñ quis/autorizou que falassem sobre ela. sabe como eh...ela gosta de ter sua vida preservada, ñ gosta de se expor.

_Gabriel disse...

anônimo, vc não entendeu o post :)

Rafael Costa disse...

um post impagável

(:

Bira disse...

Legal, carinha. Em 3 meses deverá ser publicado! Mas antes disso, vc poderia ver o meu Memórias de um Sargento de Milícias (Escala Educacional) ou as últimas Fronts (Via Lettera) onde publiquei algumas HQs...