sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Xuxa, colabora

Lembro muito bem que, no ano passado, uma chamada do Programa Amaury Jr. que entrevistou a Xuxa dizia: “De férias na Disney com a filha Sasha, ela concedeu uma entrevista corajosa onde acusa a televisão brasileira de não dar atenção para as crianças. E, quando dá, pensa primeiro em retorno financeiro e em índices de audiência, jamais na educação.”

Fiquei perplexo com afirmação. Não que não seja verdade, mas de sair da boca da suposta rainha dos baixinhos. Algo me cheirou a busca por redenção. Depois que teve uma filha, Xuxa entendeu bem melhor seu papel e sua influência na TV brasileira.

Ela passou a apresentar seus programas vestida e não fez concessões - mesmo quando sua nova fórmula educativa amargou pouca audiência – e, imagino, desfez o tal pacto com o capeta. O estrago com as meninas que engravidaram na adolescência e com as que sofreram por se acharem fora do padrão loira-magra-branca das Paquitas já estava feito, mas isso não vem ao caso.

Conectada ao Twitter, Xuxa sofreu um pouquinho nos últimos dias, mostrando absoluta falta de intimidade com a ferramenta online. Além de escrever todos os textos em letra maiúscula e dos inúmeros erros de português, foi a vez de sua filha, Sasha, escrever uma palavra errada. As correções vieram dos internautas e deixaram a apresentadora puta da vida, a ponto de postar:



Ah, ok. Uma menina de 11 anos, brasileira, filha de brasileiros e que mora no Brasil, foi alfabetizada em inglês?

Os últimos acontecimentos só mostraram o que todos suspeitavam: o sucesso é perigoso. Como observou o jornalista Mauricio Styver (aqui), o Twitter apenas tornou possível uma coisa há tempos sonhada: xingar a TV e ser ouvido. E Xuxa, endeusada e isolada em seu castelo, não estava preparada para enfrentar a realidade. E o vídeo ridículo do tal fã Davis Reimberg só mostra como o povo brasileiro, alienado que só ele, precisa desesperadamente de novos ídolos.

Agora, rolou o boato de que a apresentadora ia dar uma de Daniela Cicarelli com YouTube e ameaçou processar e censurar o Twitter. Faz-me rir. Xuxa, colabora com a gente e volta pra sua vidinha intocável, por favor? Cercada de puxa-sacos você faz um bem para o resto do mundo que, por consequência, fica bem longe de você.

8 comentários:

Manu disse...

Obrigada por desabafar por mim. Na próxima vez que quiser falar mal da Xuxa, coloca aí tb o discurso lindo que ela fez qdo foi consagrada Rainha do cinema (sic). Beijos!

eric disse...

Ótimo, ganhei o dia! Adorei a 'sena' da cobro e do bode. rssr

jao disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
eric disse...

Oops, da cobra. Oi Xuxa?

JD - João Damasio disse...

Ta legal... curtí sim. Mas tadinha da Xuxa!.. tá... to fresco tbm neh. Mas enfim, falou vdd.

Syn disse...

Olá Gabriel! Mal cheguei aqui e já gostei... eu meio que acompanhei essa putaria que tornou a soma de Xuxa + Twitter.

Primeiro pq, se alguém me corrige, eu engulo o orgulho, agradeço e faço a possível correção, não digo, com pedras nas mãos, que sou formado em Letras em 14 línguas...

Segundo pq o "ídolo" é um reflexo do "fã", e vice-versa. Tanto o garoto do filme MUITO ridículo quanto a "rainha".

Posso te linkar? Abração!!!

Revista Antimatéria disse...

o desafio dos famosos ou anônimos é lidar com a visibilidade. O lance das novas formas de comunicação é o de ser enxergado, querendo ou não, sendo mal interpretado ou não. Os famoso sempre tiveram os holofotes para si, a questão é que o público agora com os twitter da vida tb são vistos e ouvidos.
bom texto1

A revista Antimatéria é seu seguidor.
http://www.revistaantimateria.blogspot.com.

abraços

Ô Brechó ~ Savassi disse...

Hei Gabriel, que bom que gostou! O Blog está no começo mas vamos atualizar sempre! :) Beijão, Ô Brechó!